Categorias
Empreendedorismo Finanças Pessoais

4 dicas essenciais para o planejamento financeiro de profissionais autônomos

O planejamento financeiro é parte fundamental da vida de qualquer pessoa, mas para os profissionais autônomos ele é ainda mais importante. Confira as dicas essenciais que a Conpay separou.

O planejamento financeiro é parte fundamental da vida de qualquer pessoa, mas para quem é profissional autônomo ele é ainda mais importante.

Ter o próprio negócio exige uma melhor organização das finanças. Sem os mesmos benefícios de quem trabalha no regime CLT, os autônomos precisam fazer um bom planejamento financeiro para conseguir sustentar o negócio e cuidar melhor do seu dinheiro.

Como o valor e as datas dos seus ganhos não são fixos, é fácil perder o controle e acabar pagando multas ou até mesmo entrando em dívidas.

Você, autônomo, evite que isso aconteça!

Para evitar que isso aconteça, você deve fazer o constante acompanhamento do seu dinheiro, planejando seus gastos e controlando o fluxo de caixa do negócio.

Esse é um processo muito importante e que nunca para.

Para que você saiba como fazer o planejamento financeiro do seu negócio com eficiência e facilidade, trouxemos 4 dicas que vão fazer a diferença nesse processo.

1. Pare o que estiver fazendo e organize suas contas

Um ponto fundamental para a organização das contas é separar o que é conta da empresa do que é pessoal.

Não é possível ter uma visão clara da situação do seu negócio se você mistura contas da empresa com contas pessoais e isso pode levar a problemas de fluxo de caixa, ou seja, falta de dinheiro para pagar as obrigações e até operacionalizar o negócio.

Estabeleça controles claros. Aliás, existem vários aplicativos, ou até mesmo as planilhas no Excel, que podem ajudar a fazer um acompanhamento das finanças e de outros aspectos do seu negócio.

2. Já pensou em formalizar o seu negócio?

Atualmente, há uma série de instrumentos para apoiar o empreendedor na tarefa de formalizar sua empresa.

Uma ótima condição é o MEI (Microempreendedor Individual). O valor do tributo pago é único, não passando de R$ 60 mensais, mas o empreendedor tem direito aos serviços da previdência.

Além disso, com o MEI é possível a obtenção de licenças, certificações e alvarás, sem contar que poder emitir notas fiscais aumenta sua credibilidade perante o mercado.

3. Todo mundo fala e é verdade: faça uma reserva de dinheiro

Uma das dicas de planejamento financeiro mais importantes é essa: assegure-se de ter uma boa reserva de dinheiro antes de abrir o seu negócio.

Qualquer negócio pode estar sujeito a períodos de baixa, principalmente se o seu estiver sujeito a sazonalidade.

Por outro lado, ter reservas de capital não é só uma condição para encarar adversidades, mas também para aproveitar oportunidades.

É muito melhor ter o dinheiro para investir em uma grande oportunidade do que ter que tomar dinheiro emprestado no banco, que irá lhe custar uma fortuna depois em juros.

4. Por último e não menos importante: pense na sua aposentadoria

Aposentadoria nos dias atuais parece ter se tornado uma miragem, mas não desanime. Mesmo que você pense em continuar trabalhando após a aposentadoria, vale lembrar que se trata de uma renda a mais e uma garantia..

Se possível, vale a pena investir em previdência privada. Neste caso, avalie bem as opções e veja qual se enquadra melhor nas suas finanças.

Mantenha também uma poupança, alimentada mensalmente, que você possa utilizar em casos de emergência e também para garantir mais qualidade de vida na aposentadoria.

O que você achou das dicas? Não esqueça de contar com a Conpay na sua jornada pessoal e empreendedora. Oferecemos as principais funcionalidades de uma conta bancária, de forma simples, para Pessoa Física ou Pessoa Jurídica.

Clique aqui para descomplicar a sua vida financeira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *