Um bom planejamento financeiro pode ajudar na ansiedade financeira, que nada mais é do que sensação de preocupação extrema, medo ou desconforto relacionados  às suas finanças. 

Esse transtorno pode ser causado por muitas razões, e a chegada da pandemia do Covid-19 em 2020 pode ser uma delas. Nesse 1 ano e meio, as pessoas precisaram lidar com o luto da perda de entes queridos e ao mesmo tempo com dúvidas, instabilidades no trabalho e/ou falta de dinheiro.

Segurança online: 5 dicas para proteger seus dados na internet

Toda a crise gerada pelo vírus impactou drasticamente vários âmbitos da vida das pessoas, aumentando os problemas financeiros e emocionais. Esse conteúdo pode te ajudar a se planejar financeiramente para tentar diminuir a ansiedade com suas finanças. 

Monte um planejamento

O planejamento financeiro é um dos maiores aliados de quem não quer deixar a ansiedade tomar conta e afetar negativamente as finanças. Procure planejar seu mês com a criação de um orçamento pessoal. Liste todas as categorias das suas despesas e estipule quanto você quer ou pode gastar em cada uma delas. 

Receita recorrente: conheça a maior vantagem de investir em franquias

Comece pelas despesas essenciais, como moradia, aluguel e contas de consumo. Em seguida, trace metas de gastos em áreas relacionadas ao estilo de vida, como cuidados pessoais e lazer. Além de colocar um teto para as suas despesas, é importante acompanhá-las ao longo do mês.

Uma ótima forma de organizar suas finanças e mantê-las em local seguro é criar uma conta digital da Conpay. Além de extratos, você consegue fazer transferências, pagamentos, recargas de telefonia e streaming, entre outros serviços. É gratuito, simples e fácil de usar. 

Quer morar sozinho? 6 dicas para se planejar financeiramente

Preste atenção nos gastos

Tente não gastar por impulso ou realizar compras supérfluas que não estejam em seu planejamento, ou seja, compras sem necessidade. Se você gastar demais impulsivamente, depois vai se sentir mal, se arrepender e isso pode piorar a ansiedade. Analise e reflita antes de comprar, penso no futuro e sempre se pergunte “eu preciso disso?”. Decisões assertivas podem melhorar sua saúde mental a curto e longo prazo. 

Gastando menos com coisas desnecessárias, será possível economizar e até criar uma poupança. Ter dinheiro guardado ajuda na ansiedade porque você tem a tranquilidade de que tem uma quantia reservada e que se for urgente e preciso, terá de onde tirar. 

Open Banking: entenda a terceira onda dos meios de pagamento

Seja positivo e mantenha a calma

Um passo muito importante é acreditar que você pode realmente fazer isso: se planejar e tentar melhorar sua saúde financeira. Sentimentos e palavras negativas apenas alimentam a ansiedade e podem até piorá-los.

Tente não se cobrar tanto ou comparar suas finanças às dos outros. Pense que você está fazendo o melhor que pode. Não se critique tanto e busque manter sua mente e corpos saudáveis. Uma alternativa é ocupar seus pensamentos com coisas além de dinheiro, como trabalho, exercícios físicos, cursos online, entre outras.

Franquia home based: como empreender trabalhando em casa

Gostou das dicas? Salve esse post para ler e lembrar-se de como o planejamento financeiro pode ajudar na ansiedade! Leia mais dicas e conteúdos sobre finanças em nosso blog.

Author

Deixe um comentário...