Categorias
Conta Digital Meios de Pagamentos

Benefícios do pré-pago: o segredo para você se organizar financeiramente

Se você não sabe como se organizar financeiramente, enfrenta dificuldades para pagar contas e realizar sonhos, nunca é tarde para começar.

Aliás, motivos para isso não faltam. Quem tem controle sobre o dinheiro e planeja o que vai gastar todos os meses tem vantagens que vão muito além da satisfação de poder fechar no azul.

A organização financeira permite maior segurança ao indivíduo e a toda sua família.

No caso de desemprego, por exemplo, é esse planejamento que vai permitir passar por um período de transição mais tranquilo até que encontre uma recolocação no mercado.

Com tudo isso em mente, queremos compartilhar uma saída que sempre esteve na nossa frente e que muitas vezes superestimamos: o recurso pré-pago.

A estratégia de uso do recurso pré-pago consiste na flexibilidade de usar diversos serviços como a própria recarga de celular, como também serviços de streaming e aplicativos: Netflix, Uber, Spotify, Steam, Xbox, Google Play e outros.

Abaixo listamos alguns benefícios que você tem com uma conta digital que oferece o recurso pré-pago:

Recarga de Telefonia

Chega de contratar planos pós-pagos caríssimos. Vamos combinar que nem sempre você faz uso intenso do seu plano que faz o seu plano de operadora valer a pena.

Com telefonia pré-paga você alimenta o seu telefone conforme o seu consumo. Tudo pelo celular mesmo, utilizando seu saldo na conta.

Com a Conpay, você faz recarga de créditos para celulares pré-pagos e telefonia fixa das principais operadoras do país.

Recarga de Serviços

Ninguém vive mais sem serviços como Netflix, Uber, Spotify, Steam, Xbox, Google Play e outros. Mas já parou pra pensar que às vezes você passa um bom tempo sem usar esses serviços e mesmo assim paga como se usasse todos os dias?

O Streaming por exemplo, tem vários no mercado e dificilmente assinamos só um. Tem Netflix, Prime Video, DisneyPlus, Globoplay. Não precisa bancar tudo isso, todo mês.

Com a Conpay é possível fazer recarga para TV com assinatura e diversos outros serviços online.

Cartão pré-pago

Adotar um cartão pré-pago é cuidar da sua saúde financeira. Com ele você pode utilizar seu saldo para fazer compras em qualquer lugar.

O limite do seu cartão é o saldo de sua conta. Assim você já sabe o quanto pode gastar no mês, e hoje, você controla e administra tudo através de aplicativo.

No final das contas, muito mais seguro andar com dinheiro na conta e não na carteira. Principalmente se você for aquela pessoa que com dinheiro na mão, vai logo embora.

A conta e o cartão Conpay são simples de usar e não deixam você gastar mais do que tem. Perfeito para usar serviços bancários sem medo.

Sem burocracia, é com a Conpay

As principais funcionalidades de uma conta bancária, de um jeito fácil e seguro, para Pessoa Física ou Pessoa Jurídica.

Além de todos os benefícios listados acima, você ainda consegue fazer muito mais com a conta digital Conpay, como:

  • Transferir valores entre contas Conpay ou qualquer banco, para pessoas físicas ou pessoas jurídicas, conta corrente ou poupança.
  • Fazer pagamentos das suas contas e impostos de forma simples.
  • Emitir boletos gratuitos para inserir saldo na sua conta digital para Pessoa Física.

E em breve, será possível autorizar todas as suas transações através de um Token Facial.

Clique aqui e descomplique a sua vida financeira!

Categorias
Empreendedorismo Finanças Pessoais

4 dicas essenciais para o planejamento financeiro de profissionais autônomos

O planejamento financeiro é parte fundamental da vida de qualquer pessoa, mas para quem é profissional autônomo ele é ainda mais importante.

Ter o próprio negócio exige uma melhor organização das finanças. Sem os mesmos benefícios de quem trabalha no regime CLT, os autônomos precisam fazer um bom planejamento financeiro para conseguir sustentar o negócio e cuidar melhor do seu dinheiro.

Como o valor e as datas dos seus ganhos não são fixos, é fácil perder o controle e acabar pagando multas ou até mesmo entrando em dívidas.

Você, autônomo, evite que isso aconteça!

Para evitar que isso aconteça, você deve fazer o constante acompanhamento do seu dinheiro, planejando seus gastos e controlando o fluxo de caixa do negócio.

Esse é um processo muito importante e que nunca para.

Para que você saiba como fazer o planejamento financeiro do seu negócio com eficiência e facilidade, trouxemos 4 dicas que vão fazer a diferença nesse processo.

1. Pare o que estiver fazendo e organize suas contas

Um ponto fundamental para a organização das contas é separar o que é conta da empresa do que é pessoal.

Não é possível ter uma visão clara da situação do seu negócio se você mistura contas da empresa com contas pessoais e isso pode levar a problemas de fluxo de caixa, ou seja, falta de dinheiro para pagar as obrigações e até operacionalizar o negócio.

Estabeleça controles claros. Aliás, existem vários aplicativos, ou até mesmo as planilhas no Excel, que podem ajudar a fazer um acompanhamento das finanças e de outros aspectos do seu negócio.

2. Já pensou em formalizar o seu negócio?

Atualmente, há uma série de instrumentos para apoiar o empreendedor na tarefa de formalizar sua empresa.

Uma ótima condição é o MEI (Microempreendedor Individual). O valor do tributo pago é único, não passando de R$ 60 mensais, mas o empreendedor tem direito aos serviços da previdência.

Além disso, com o MEI é possível a obtenção de licenças, certificações e alvarás, sem contar que poder emitir notas fiscais aumenta sua credibilidade perante o mercado.

3. Todo mundo fala e é verdade: faça uma reserva de dinheiro

Uma das dicas de planejamento financeiro mais importantes é essa: assegure-se de ter uma boa reserva de dinheiro antes de abrir o seu negócio.

Qualquer negócio pode estar sujeito a períodos de baixa, principalmente se o seu estiver sujeito a sazonalidade.

Por outro lado, ter reservas de capital não é só uma condição para encarar adversidades, mas também para aproveitar oportunidades.

É muito melhor ter o dinheiro para investir em uma grande oportunidade do que ter que tomar dinheiro emprestado no banco, que irá lhe custar uma fortuna depois em juros.

4. Por último e não menos importante: pense na sua aposentadoria

Aposentadoria nos dias atuais parece ter se tornado uma miragem, mas não desanime. Mesmo que você pense em continuar trabalhando após a aposentadoria, vale lembrar que se trata de uma renda a mais e uma garantia..

Se possível, vale a pena investir em previdência privada. Neste caso, avalie bem as opções e veja qual se enquadra melhor nas suas finanças.

Mantenha também uma poupança, alimentada mensalmente, que você possa utilizar em casos de emergência e também para garantir mais qualidade de vida na aposentadoria.

O que você achou das dicas? Não esqueça de contar com a Conpay na sua jornada pessoal e empreendedora. Oferecemos as principais funcionalidades de uma conta bancária, de forma simples, para Pessoa Física ou Pessoa Jurídica.

Clique aqui para descomplicar a sua vida financeira!

Categorias
Finanças Pessoais

As melhores dicas para separar as suas finanças pessoais da empresa

A mistura do mundo pessoal com o mundo profissional é algo que dificilmente dá certo em vários setores e um deles,  é o setor financeiro. Finanças de uma empresa e finanças pessoais devem estar muito bem claras e separadas uma das outras.

O motivo é que a mistura do dinheiro pessoal e do dinheiro da empresa é, em grande parte das vezes, responsável pela falência ou sérios problemas financeiros e internos da corporação. Isso, sem dúvidas, reflete em todos os âmbitos.

Por que as duas coisas se misturam?

Lógico que esse fator não é unanimidade em relação às finanças, mas grande maioria dos empreendedores não possui Educação Financeira. Isso não significa que não saibam gerenciar o seu negócio.

No entanto, significa que não possuem maturidade emocional financeira para não mexer no dinheiro corporativo. Outros motivos podem ser a ausência de uma reserva de emergência da empresa e uma reserva pessoal, o que ocasiona na mistura de ambas as finanças.

Contudo, problemas financeiros já existentes anteriormente, podem forçar muitos empreendedores a misturar ambas as finanças. A boa notícia é que, seguindo as nossas dicas, é possível adquirir uma noção muito melhor de como controlar ambos os lados.

1. Tenha uma conta bancária para a empresa

Fica mesmo difícil se controlar vendo tanto dinheiro cair em sua conta. Porém, além de ser algo mais profissional, abrir uma conta bancária corporativa agrega muito mais autocontrole e organização para as finanças.

Isso porque quando as despesas se misturam, é muito difícil para saber se a empresa está dando lucro ou prejuízo. Este é um sinal de extremo perigo e pode ser um aviso de que as coisas precisam ser mais organizadas.

2. Crie planilhas

Sabemos que planilhas são chatas de serem feitas, mas também são necessárias. A boa notícia é que elas podem ser utilizadas por tempo determinado, somente até a conta profissional ser aberta e as finanças começarem a ir para o lugar.

Porém, é muito importante uma planilha onde contenha registros de:

– Reservas de emergência;
– Caixa;
– Lucro;
– Gastos;
– Entre outros.

Além disso, é válido frisar que a planilha não pode ser a mesma para finanças pessoais e profissionais. Se for criá-la, é melhor separar as duas.

3. Se pague

Um dos maiores motivos de fazer com que o empreendedor misture a vida financeira pessoal e a profissional, é não se pagar. Mesmo que você seja o proprietário do seu negócio, você deve e merece receber um salário.

Se o seu negócio é novo e seu salário é de R$ 100, então, que seja de R$ 100. É importante que você saiba pagar todo o esforço que fez para manter a empresa.

Decisões de grande importância

Existem várias formas de separar e de controlar as finanças pessoais e profissionais. Buscando por um sistema adequado e investindo no conhecimento financeiro, é possível evitar cometer deslizes e ainda garantir uma ótima rentabilidade, para si e para a empresa.

Acesse a Conpay e tenha acesso às soluções mais inovadoras do mercado.